Auxílio Brasil: Novo programa que deverá substituir o Bolsa Família

0 votes

Nas últimas semanas, o Governo Federal finalizou a construção do projeto que visa dar luz a um novo programa social, o Auxílio Brasil.

O novo programa provavelmente será lançado e entrará em vigor no próximo ano, ou seja, em 2022, último ano da campanha eleitoral do atual presidente do país, Jair Bolsonaro.

Desse modo, o principal intuito do novo programa de assistência social, será substituir o atual Bolsa Família e reformular os valores e funcionamento do auxílio.

O lançamento inicial deverá ser feito no mês de novembro de 2021 e o funcionamento deverá entrar em vigor no próximo ano.

Entretanto, ainda será necessário que o projeto seja aprovado pelo Senado Federal e pela Câmara de Deputados, que deverão analisar tudo nos próximos 4 meses.

Entenda mais sobre o Auxílio Brasil

Auxílio Brasil
Fonte: Pixabay

A proposta do novo programa social do Brasil, o Auxilio Brasil, deverá ser analisada e aprovada dentro de 120 dias, ou seja, até o final do ano.

Isso deverá ocorrer principalmente porque em 2022 o ano será eleitoral. Dessa maneira, não será possível ser efetuada qualquer sugestão de projetos que envolvam os recursos da União.

O atual Ministro da Cidadania, João Roma, afirmou que o programa virá com diversas mudanças positivas, incluindo o aumento do valor do benefício.

Além disso, o Auxílio Brasil contará com programas complementares que visam ajudar as famílias de baixa renda a se profissionalizarem para conquistarem a própria renda.

Portanto, o principal propósito do programa social será atender a um número maior de famílias que vivem em estado de extrema pobreza, oferecendo um valor que possa ajudar essas pessoas a se manterem.

Saiba mais sobre os benefícios complementares

Os benefícios complementares são as novidades do programa Auxílio Brasil, que visa não somente ajudar financeiramente as famílias de baixa renda, mas profissionalizar o máximo de pessoas possível.

Sendo assim, cada família inscrita no programa terá o perfil analisado pelos assistentes sociais da cidade. De acordo com o perfil de cada um, haverá a disponibilização de benefícios complementares.

Veja abaixo alguns dos benefícios que farão parte do programa:

Benefício Primeira Infância: Será direcionado para famílias que possuem crianças de 0 a 36 meses de vida.

Composição Familiar: Programa direcionado a jovens de 18 a 21 anos que ainda não finalizaram o ensino médio, a ideia é estimular a finalização dos estudos.

Benefício Superação da Extrema Pobreza: Caso a família não consiga sobreviver com o valor do auxílio, será disponibilizado um valor maior.

Além disso, existem outros benefícios complementares que fazem parte do Auxílio Brasil, confira abaixo:

  • Auxílio Esporte Escolar;
  • Bolsa de Iniciação Científica Júnior;
  • Auxílio Criança Cidadã;
  • Auxílio Inclusão Produtiva Urbana;
  • Benefício Compensatório de Transição.

Qual será o valor do  Auxílio Brasil?

O Governo Federal afirmou que o valor deverá sofrer um reajuste em relação ao Bolsa Família de 50%, ou seja, um aumento do valor do programa atual.

Sendo assim, os valores de R$189 do Bolsa Família, deverão ser R$283 no novo programa.

Entretanto, será necessário aguardar a aprovação final do projeto e a divulgação oficial dos valores.

Dúvidas? Deixe abaixo nos comentários!

 

Postagens relacionadas