Imposto De Renda: Como Declarar E Porque Fazer Isso

1 vote

Imposto de renda, todo contribuinte residente no brasil que acumula uma renda acima de R$ 28.559,70 deve anualmente realizar a prestação de contas junto a Receita Federal durante os meses de março e abril.

Dentro do processo de declaração existem muitas duvidas da forma que deve ser feita a declaração de imposto de renda.

Para evitar problemas junto a receita federal, vamos repassar algumas informações importantes que devem ser levadas em conta no ato da declaração.

O processo para realizar a declaração do IR é simples, o sistema disponibilizado pela receita Federal é feito de forma clara para não ter erros. Porém, ao inserir os dados deve ter muito cuidado para evitar cair na malha fina.

Passo a passo

imposto de renda
@pexels
  • Organize todos os documentos necessários, antes de iniciar a sua declaração de IR, você deve organizar documentos que serão importantes para o preenchimento.
  •  Documentos pessoais: RG, CPF, Comprovante de endereço e Título de eleitor;
  • Uma Cópia do Imposto de Renda do ano anterior.
  • CPF de dependentes legais, inclusive crianças
  • Informe de rendimento: documentos recebidos de fontes empregatícias, cujo realiza pagamento de salário e instituições bancarias.
  • Cópia de recibos e notas fiscais emitidas (autônomos)
  • Aposentados pelo INSS devem apresentar o extrato, emitido através do portal Meu Inss, ou retirar junto das agências.
  • Informe de rendimento de Previdência privada.
  • Moradores de residência de aluguel, deve apresentar os recibos.
  • Compra e venda de bens materiais
  • Informe de rendimento ou recibos para procedimentos médicos ou odontológicos.
  • Gastos com educação, apresentar comprovantes.
  • Trabalhador registrado deve apresentar documentos em caso de rescisão contratual.
  • Faça o download do programa do Imposto de renda dentro do portal da Receita Federal
  • Defina o tipo de declaração, após acessar o programa, é o momento de começar o preenchimento. Escolha uma das opções disponíveis
  • Criar Nova Declaração
  • Importar Dados do IRPF anterior
  • Importar Declaração Pré-Preenchida

 

Após definir o tipo de declaração, você deve preencher ou atualizar o campo com seus dados pessoais, após inserir o seu CPF, titulo de eleitor e nome completo, você vai inserir as despesas do ano anterior.

Inserindo as despesas do ano anterior

imposto de renda
@pexels
  • Você deve escolher entre a declaração simplificada ou completa, o programa do IR vai sugerir a você o mais adequado para o seu caso, porém, é melhor definir com antecedência a opção mais adequada para o seu caso.
  • Preencha os campos seguintes, as informações devem ser informadas são elas:
  •  Dados pessoais: comece o preenchimento com os dados principais, caso não tenha feito o processo nos anos anteriores.
  • Crie a lista de dependentes, será necessário listar todos os seus dependentes. Em caso de pagamento de pensão alimentícia deverá ser informado.
  • Recebimentos Tributáveis, é todo aquele valor que recebeu da empresa no qual presta serviços, inclusive deverá ser declarado benefícios, e decimo terceiro.
  • Rendimentos isentos e Não tributáveis: neste item irá entrar os itens como rendimento de poupança, indenização, seguro desemprego, bolsas de estudo.
  • Pagamento e doenças, neste item deverá ser incluso honorários de advogados, pagamentos de prestadores de serviço de saúde.
  • Faça sempre uma revisão para não ter erros, se chegar a enviar a declaração com erro, faça imediatamente a correção dentro do portal do IR clicando na declaração com erro e efetivar as alterações e enviar.

Após finalizar o processo, você deverá informar os dados bancários solicitados para poder receber sua restituição, caso seu caso se aplique.

 

Como retificar a declaração de IR

imposto de renda
@pexels

Erros no preenchimento ou o esquecimento de dados são erros comuns durante a declaração de imposto de renda, devido isso, a Receita Federal, permite que seja realizada a retificação das informações prestadas em seu portal. Para realizar o processo basta entrar no programa do IR e selecionar a opção “Declaração Retificadora”, em sequencia deve escolher a declaração a ser corrigida e prosseguir com o preenchimento correto. Segundo a Receita Federal, a declaração Retificadora tem a mesma utilidade da Declaração Comum a substituindo por completa. Então certifique-se de os dados estão preenchidos corretamente para evitar transtornos.

Em caso de não declaração do imposto de renda, o cidadão brasileiro, que ultrapasse o recebimento mínimo estipulado pela Receita Federal poderá sofrer ações cíveis e criminais.

Como consequência de não declaração, o cidadão poderá pagar uma multa, é de extrema importância ter em mente que em caso de não declaração dos impostos em algum momento você terá de se acertar com o fisco nacional.

Consequências em caso de não declaração do Imposto de Renda.

imposto de renda
#pexels

– Processo: Como se não bastasse não realizar a declaração, você também poderá sofrer um processo de sonegação fiscal, em caso de condenação a sua prisão é decretada podendo variar de 2 a 5 anos de reclusão. Antes de sonegar impostos pense nos custos que teria de desembolsar com advogados.

– Bloqueios: é fundamental imaginar o enorme problema que você terá em decorrência do bloqueio do seu CPF. Se optar por uma viagem internacional, terá problemas para emitir o passaporte. Se prestar um concurso publico e passar, terá de se explicar antes da posse da vaga. Quando se tem o CPF bloqueado devido sonegação fiscal, você fica impossibilitado de abrir conta em um banco e muito menos realizar investimentos.

– Dados ao perfil de crédito: Atualmente o sistema financeiro nacional trabalha com a construção de perfis de credito aos cidadãos brasileiros. Ao ter o CPF bloqueado pela Receita Federal, automaticamente a pessoa passa a ter o seu perfil de credito colocado em risco.

Para reconstruir o seu perfil irá levar algum tempo, implicando na vida do cidadão, com muitas dificuldades para prosseguir com compras.

Durante todo esse processo a palavra que mais vai ouvir será o “não”, ao buscar serviços bancários como um empréstimo ou financiamento seja de automóvel ou residência, os bancos vão negar automaticamente devido ao seu problema junto ao fisco.

É importante ressaltar que, além dos itens listados anteriormente, você também poderá perder muito tempo para regularizar a sua vida junto ao fisco brasileiro.

Se você não quer ter complicações no território brasileiro, faça a sua declaração de IR anualmente e evite maiores complicações.

Postagens relacionadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *