Regras Para Finanças Em Casal – Guru Do Dinheiro

0 votes

No inicio do casamento, uma das maiores dificuldades são as finanças em casal. Por estarem habituados a administrar sua vida financeira individualmente, isso pode afetar no momento de organização do casal.

Abaixo estão algumas dicas de planejamento financeiro para casais.

Como o lado financeiro pode afetar o relacionamento?

finanças de casal
@pexels

O casamento é a união de duas pessoas que decidem viver juntas e, assim, construir um futuro. Á partir dai, o casal precisa estabelecer algumas regras para que as coisas no seu dia a dia sejam mais fáceis e se resolvam.
Um dos pontos que mais desperta dúvidas e mágoas, impactando o relacionamento, é justamente o aspecto financeiro.
A questão é que o casamento não vem com dívidas, porém, se ambos não se atentarem o relacionamento pode virar uma grande briga por dinheiro. Salários diferentes, mal administrados, também podem causar muitos problemas.

É importante lembrar que as dívidas não podem exceder ao ganho líquido do casal. Portanto, os dois devem estar disposto a traçar um plano financeiro que os oriente em termos de gastos e poupança.

Verifiquem as despesas de recém-casados ​​- Finanças em Casal

finanças de casal
@pexels

Os recém-casados ​​muitas vezes ficam cheios de dúvidas no planejamento da vida financeira: tudo é muito novo, pode até haver uma certa imaturidade, o que dificulta os ajustes.
É necessário ter paciência nos primeiros meses, muito diálogo, para expor todas as questões juntas e traçar um projeto realista e condizente com o novo modo de vida.
Às vezes, você simplesmente não consegue seguir o padrão que tinha quando era solteiro – por exemplo, boates, jantares constantes, viagens de fim de semana – tudo isso pode ter um custo extra agora que as responsabilidades aumentaram. Antes de se casarem, ambos moravam com os pais e naturalmente as contas são bem menores.

Esse primeiro momento de vida a dois pode levar o casal a buscar a satisfação com presentes e objetos de decoração para o novo lar. Está tudo bem, mas é preciso ter cuidado. Um pouco de criatividade, pode trazer o mesmo prazer e ser mais acessível.

 

Tomando decisões juntos

finanças de casal
@pexels

Ambos precisam estar cientes das questões financeiras que envolvem o casal para poderem tomar a melhor decisão juntos.

 

Falar de dinheiro – Finanças em Casal

finanças de casal
@pexels

Sobretudo, alguns casais têm dificuldade em falar de dinheiro porque acham que é um assunto delicado, preferindo deixá-lo de lado para não afastar o parceiro, mas não falar de dinheiro pode ser um problema.
Do mesmo modo, quando o casal adota uma atitude de parceria, consegue se organizar melhor, bem como estar preparado para enfrentar imprevistos e até momentos de crise. Nesse sentido, a ideia é que o diálogo sobre dinheiro se torne um hábito, auxiliando no processo organizacional os gastos da família.

Ter poupança ou fazer aplicações financeiras?

finanças de casal
@pexels

Antes de mais nada, ter algum dinheiro de reserva é fundamental para a vida financeira de um casal, o imprevisto acontece a toda a hora e quando não se está preparado pode originar graves problemas financeiros.

Vários bancos oferecem aos seus clientes o serviço de conta conjunta. Ainda assim, para um melhor controle das finanças entre os cônjuges, é aconselhável abrir uma conta conjunta não unida, onde os dois decidem como movimentar o dinheiro.

Este tipo de conta é ideal para colocar as poupanças do casal, onde juntos podem definir onde o dinheiro será usado no futuro. Do mesmo modo, uma outra opção é fazer uma aplicação financeira, que pode vir a se tornar uma pensão para o casal.

O equilíbrio é essencial para as finanças em casal

finanças de casal
@pexels

Embora vivam a dois, as pessoas podem ter pensamentos diferentes. Portanto, é essencial que os dois encontrem um equilíbrio na administração das finanças dos casais. Se um tem um perfil mais gastador, o outro é necessário manter uma linha mais apertada para manter o orçamento em dia.

Procure entender o rendimento financeiro do casal. Sempre mantenha o que foi acordado na planilha financeira do casal, para manter o orçamento organizado.

Outra dica é estabelecer um valor para as saídas e hobbies do casal, essa meta pode ser semanal ou mensal, mas deve constar no planejamento financeiro do casal e não deve afetar a reserva de sonhos e objetivos comuns. O casal deve conversar e ver qual a melhor forma de separar esse valor para o seu tempo livre.

Postagens relacionadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *